Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2009

uma sexta-feira de lembranças. sentadas nas cadeiras até então vazias da mesa de um restaurante. a noite nos aguardava. escura. sem teto. um pé, outro pé, mãos de pedidos e uma carona. um sábado de amizades. de trocas de sorrisos por sabores. conselhos, convites e agenda. outra carona. porém bem diferente: misturada ao vento. e hoje, um domingo de shopping. fotos coloridas. sanduiche e pizza. filme na tela grande. chocolate com amêndoas. taxi. outro taxi. mais um taxi. carona. e agora… silêncio.

Anúncios

Read Full Post »

ela…

DSC_0455

Read Full Post »

eu…

DSC_0433

Read Full Post »

nada como um intervalo…
cheguei em Luanda na quarta-feira para resolver problemas de documentação e é possível que eu fique aqui ainda uma semana ou mais do que isso. minutos depois da minha chegada o meu corpo se juntou ao dela em um abraço com saudades de três meses acumuladas. Marcela! menina de 19 anos, da cidade das árvores: Araras, SP. ela está trabalhando na província de Bié como professora da EPF. desde a manhã de quarta que eu não paro de falar, de criar, de realizar. sentia falta de contar segredos, dividir a noite e me espalhar diante dos olhos de alguém. ontem chegou também a outra voluntária que está em Angola: Shanae. ela é americana, de Chicago, e está trabalhando em Caxito. cá estamos… a espera de papéis e dos ventos que cobrem as estrelas…

Read Full Post »

uma amiga quer mandar uma carta pra mim. o problema é que a minha rua não tem nome. marco os lugares pela cor das plantas e pelo sorriso dos donos das casas. então pra facilitar… a carta poderia ser enviada para a casa com jardim de flores amarelas, onde moram meninos com sorrisos bem largos…

Read Full Post »

aqui as estações são duas: verão e inverno (que eles chamam de cacimbo). disseram que o frio iria se mostrar a partir do dia 15 de maio e iria até agosto. eles já começaram a usar blusas de manga comprida, mas o meu corpo continua sentindo os efeitos do Sol…

Read Full Post »

Em Angola 70% da equipe médica é composta por enfermeiros. Apenas 25% são médicos, totalizando 1.500 profissionais. Para pelo menos minimizar os problemas seriam necessários pelo menos 40 mil médicos. Acontece que o foco está na medicina curativa, sendo que 1 dólar investido na medicina preventiva poderia economizar até 100 dólares na área da saúde. A principal doença em Cabinda, província que estou, é a Malária. A questão é que ela pode ser prevenida quase integralmente pelo homem. Falta é informar e criar este hábito nas pessoas. Tudo isso eu soube a partir de uma das palestras que coordenei, para a montagem do nosso jornal. O convidado foi o enfermeiro Henrique Tembo, diretor adjunto do Hospital do Malembro.

Read Full Post »

Older Posts »