Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘o antes’ Category

que delícia é saber do sonho e ainda poder viver dentro dele…

Read Full Post »

tem horas que tenho vontade de ser aluna a vida inteira…

Read Full Post »

hoje. meu último domingo no meu quarto. tão meu. tão seu. uma cama com moldura, com pingos de outono e fotos de uma certa terra africana. paredes cheias de Brasil, da minha história, dos meu laços de fita vermelha. outra cama de conversas, privacidade, sonhos velados pelo travesseiro, um verão dentro de um cubo branco de neve. armários de embalagens, panos coloridos pra vestir o dia-a-dia. um certo espaço ali dentro deste mesmo armário com muitas páginas já escritas, dentre elas Clarice. do centro fiz colchão de estudos, com livros que preciso mentalizar para dividir com os angolanos. perdidos entre estas coisas meus lábios coloridos, meu cheiro dentro de um frasco, os papéis a espera de formas, a toalha pendurada para o próximo banho de pele e água. tantos detalhes. tem ainda uma porta. ela já esteve mais aberta… depois destes nove meses ela se fechou por certo tempo pra abrir a poesia da dona do quarto. funcionou. veja bem: cá estou escrevendo, como se houvesse rima pra cada inspiração de ar. e digo: de fato há! mas o meu quarto… lugar que escondi deles tantas vezes. lugar que o esperei outras infinitas vezes. lugar que calei minha voz com as músicas de fazer surdez. lugar que pintei e colei. e pensar que este mesmo quarto já foi de tantas outras pessoas e ainda será de várias outras. e ainda assim foi meu.

Read Full Post »

clima de despedida

o carro desceu a montanha em uma velocidade maior que a frequente pra não dar chance de ver reflexos de retrovisor. aqui nesse lugar. nesse espaço de passagem, onde tudo se transforma em lembranças. assim é, como deveria ser. hoje o time de novembro saiu para fazer o segundo fundraising deles. algumas pessoas do meu time não o verão mais, pois já estão com passagem marcada para a África. aqui segue-se um clima de despedida diário. tento guardar com a minha ingrata memória os desenhos do meu quarto, o cheiro do corredor, o ranger dos passos no brook, a música debaixo do vapor do banheiro, os olhos molhados por culpa da cebola insensível, o sol nascendo debaixo dos olhos ainda abertos, e as pessoas, as pessoas, as pessoas.

Read Full Post »

ela é minha prima e eu sou dela muito mais do que prima.

Marina: pra onde da África você vai?
Eu: vou pra Angola, conhece?
Marina: nunca fui lá, mas sei onde fica
Eu: é um país que precisa de muita ajuda
Marina: sei. mas com sua ajuda tudo vai se resolver. tem minha palavra.

agora me diz: quem poderá mudar a palavra dessa menina? só me resta acreditar…

Read Full Post »

apresentações

Vamos nos apresentar, porque tal formalidade é necessária. Eu faço um treinamento para trabalho voluntário na África, em uma ONG chamada IICD, localizada na cidade de Williamstown, no estado de Massachusetts, nos EUA. Estou aqui desde maio deste ano, mas o treinamento começou apenas em agosto. Cheguei três meses antes para poder trabalhar para a organização, como forma de compensar a bolsa parcial que adquiri. Neste período eu trabalhei como promotion, divulgando o programa e tentando matricular novos interessados.

Meu time começou em agosto. Desde então estudamos a história do continente africano, a cultura, as doenças, formas de prevenção, escassez da água no mundo, como plantar e colher alimentos, meio ambiente, etc. Também faz parte do programa a arrecadação de fundos, conhecida por aqui como fundraising. Dos seis meses de treinamento dois são destinados a esta etapa. Cada voluntário deve arrecadar nas ruas o equivalente a seis mil dólares por pessoa, ou seja, meu time tem nove pessoas, logo temos que coletar juntos 54 mil dólares. Isto é dividido em quatro viagens, de duas semanas cada, totalizando dois meses. Eu acabei de concluir a minha há quatro dias! A minha primeira arrecadação foi realizada em Boston, a segunda em Philadelphia e a terceira e a quarta em Nova York e Newark.

Agora chegou a hora que eu mais aguardei. Comecei a minha especialização, vou estudar com mais foco no meu projeto e preparar as aulas que darei. Em fevereiro eu vou para a província de Huambo, em Angola, onde irei trabalhar em uma escola primária, com alunos de sete a 27 anos.

É por isso que estou aqui… é por isso que sigo por aqui…

Read Full Post »

primeira ramificação

pra focar mais o olhar e atrair mais sangue eu decidi me ramificar. aqui eu me farei apenas visão. vou colorir esta tela com instantes desta estrada que sigo. aqui vai ficar registrada toda a vida de uma árvore, sem perder de vista o momento da pequena semente debaixo da terra fofa até a troca de folhas nas estações. que me acompanhem aqueles que dividirem comigo essa vontade de abraçar com todo o corpo esse mundo tão nosso.

Read Full Post »